DURBAN: CIDADE DO OURO SUL-AFRICANA

Mesmo sendo a terceira maior cidade da África do Sul, Durban é um dos destinos de férias mais populares do país, até mesmo para os sul-africanos.  O segredo é o tempo bom durante todo o ano e o litoral propício para diversão que a cidade oferece.

A enorme população de indianos de Durban faz com que a cidade tenha uma cultura bem diferente daquela do resto do país, oferecendo aos turistas o melhor de dois mundos.  Em Durban, visitantes podem se deliciar com a comida africana tradicional na hora do almoço, e com os pratos exóticos indianos à noite.  Objetos de arte Zulu são vendidos lado a lado com os temperos e tecidos indianos nos mercados espalhados pela cidade.

A Golden Mile de Durban, uma praia onde estão situados hotéis de luxo, restaurantes, casas noturnas e lojas, é para onde os turistas vão, mas há muito mais para ser visto na cidade, que reúne também algumas das melhores lojas de artesanato do país.  Não perca:

The Golden Mile:  Apesar do seu apelo comercial, essa praia atrai visitantes durante o ano todo.  Todas as tardes, as ruas ficam cheias de vendedores ambulantes, crianças que querem ir ao parque e riquixás coloridos, carrinhos de duas rodas puxados por homens para o transporte de pessoas.  De manhã, a Golden Mile é quieta e tranqüila e o maior movimento é feito pelos surfistas que vêm a Durban em busca de suas ondas famosas.  O Funworld, com suas montanhas-russas, o parque aquático Waterworld e as atrações Seaworld Aquarium e Seaworld Dolphinarium são verdadeiras fontes da juventude.

Killie Campbell Africana Museum:  Situado em Berea, área nobre de Durban, esse museu é a melhor atração da cidade.  O Killie Campbell Africana Museum já foi a residência do barão do açúcar Sir Marshall Campbell e foi inspirado na influência holandesa da região do Cabo.  Quadros pintados a óleo, móveis exóticos da época e uma grande coleção de bordados, além de utensílios, armas, máscaras e instrumentos musicais africanos, são exemplos do que pode ser visto pelos visitantes. 

Victoria Street Market:  Situado na esquina das ruas Queen e Russell, esse mercado está perto do Indian District e é muito movimentado.  Os vendedores de carnes e peixes competem por fregueses gritando o preço de suas mercadorias, e lojinhas bizarras oferecem de tudo para quem está à procura de um souvenir.  Aqui também é um bom lugar para quem gosta de música e tecidos indianos.

Jumah Mosque:  Jumah é a maior mesquita encontrada no hemisfério sul. Aqui, varandas com conjuntos de colunas, um minarete com cúpula de ouro e uma pequena torre definem o caráter da vizinhança.  A única forma de visitar essa impressionante atração arquitetônica é fazendo reserva com antecedência.

Durban Art Gallery:  Nos anos 70, essa galeria foi a primeira a reconhecer o artesanato africano como arte legítima.  Hoje, os visitantes encontram exposições de arte em cerâmica, imagens, esculturas, quadros e bordados.  Várias oficinas de artesanato para crianças e adultos são realizadas freqüentemente, bem como a apresentação de filmes, palestras e tours com guias.

Durban Harbor:  Local cada vez mais atraente para turistas, o Durban Harbor é o porto mais movimentado da África do Sul.  Aqui, os visitantes podem relaxar e assistir às atividades do porto de algum dos muitos restaurantes com vista para o mar.  Os jacarandás da área residencial Berea Ridge, que podem ser vistos do porto, complementam a paisagem.

Passeios pelas Townships:  Os turistas que não puderem visitar as townships da Cidade do Cabo ou de Johanesburgo poderão fazê-lo aqui.  A empresa Hamba Kahle Tours organiza passeios por antigas townships como Newlands, KwaMashu, Richmond Farm, Lindelani, Ntuzuma e Great Inanda Area.